ico_titulo Comunicados

Comunicado aula virtual

                                                                     Brasília, 3 de abril de 2020.

COMUNICADO

 

Prezados pais ou responsáveis,

 

Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a constroem” (Salmo 126). Para fazermos jus a esse Salmo precisamos e contamos com a solidariedade, com a compreensão de todos, com o distanciamento da crítica destrutiva,  com a paciência, mas, sobretudo, precisamos dar crédito ao trabalho incansável dos professores, equipe educacional e  funcionários adminstrativos, que neste instante estão em home office. Precisamos construir juntos o dia a dia de nossos estudantes. Se é desafiador para a família, também o é para os profissionais que mantêm acesa a chama do conhecimento, procurando incessantemente as mais variadas formas de cumprir o que se propõem: ensinar, fazer-se presente intelectualmente e afetivamente na rotina vivida hoje por nossos alunos e alunas  e pelas famílias.  Sintam-se compreendidos e acolhidos por todos nós. Tenham a certeza de que manteremos todos vocês informados e atualizados em relação a qualquer decisão tomada pelos órgãos competentes na área da educação e que venha a modificar as informações contidas neste documento.

 

O Decreto nº 40.583, de 1º de abril de 2020, publicado no Diário Oficial do Distrito Federal, em Edição Extra nº 44, Art. 2º, revoga o útimo Decreto  de nº 40539, datado de 19/03/2020 que dispõe a respeito da suspensão das atividades educacionais com prazo para 05/04/2020, estabelece que “ficam suspensas as atividades educacionais em todas as escolas, universidades e faculdades, das redes de ensino pública e privada, no âmbito do Distrito Federal, até o dia 31 de maio de 2020”.

Considerando a situação que estamos vivenciando como circunstancial e emergencial, o Parecer nº 33/2020 do Conselho de Educação do Distrito Federal, publicado em 24 de março de 2020, “entende como possível ampliar para toda a Educação Básica o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) com intencionalidade pedagógica e acompanhadas e supervisionadas pelo docente”.

Dessa forma, e de acordo com o disposto no referido parecer, ficam as escolas do Distrito Federal autorizadas a organizar a reposição dos dias letivos, incluindo a possibilidade de educação a distância, utilizando todos os recursos disponíveis, desde orientações com textos, estudo dirigido e avaliações, bem como outros meios remotos diversos, os quais serão considerados como parte da carga horária total de atividade escolar obrigatória por meio do Google Sala de Aula. Sendo assim, utilizaremos as ferramentas síncronas (aulas online) que exigem a participação do aluno e do professor ao mesmo tempo e no mesmo ambiente – nesse caso, virtual. Nesta modalidade, aluno e professor devem interagir entre si, chegando ao objetivo da aula. Na interação, no caso de alguma dúvida, o aluno deve apresentá-la ao educador em tempo real, que é um dos benefícios desta modalidade, e que garante o comprometimento com o curso. É necessário, portanto, que o aluno esteja concentrado da mesma maneira que estaria em uma aula presencial.  Serão utilizadas também as ferramentas assíncronas, consideradas desconectadas do momento real, não sendo necessário que os alunos e professores estejam conectados ao mesmo tempo para que as tarefas sejam concluídas e o aprendizado seja adequado. Essas aulas, portanto, passarão a contar como registro de frequência e serão computadas como dias letivos.

Sabemos todos ser esta uma situação singular, cujas decisões a serem tomadas exigirão adaptação dos meios de ensino e aprendizagem, considerando os recursos de ambientes virtuais em vez da rotina presencial dos alunos na escola.

Ainda conforme constante no Parecer, “caberá aos gestores, em caráter transitório e excepcional, promover a viabilização do material de estudo e dos recursos de aprendizagem necessários e de fácil acesso ao estudante, além da devida divulgação do respectivo planejamento entre os membros da comunidade escolar”.

 

Sendo assim, os professores em conjunto com a equipe pedagógica estão aprimorando as atividades online, preparando recursos diferenciados para cada segmento e série, incluindo videoaula, de forma a garantir a aprendizagem e desenvolvimento constantes em nosso currículo. Salientamos que teremos aulas gravadas e disponibilizadas para acesso dos alunos que queiram rever ou que não conseguiram acessar anteriormente.

 

O impacto neste momento de isolamento, na perda do convívio com os colegas da escola, com os professores, com as atividades extras, o tempo ocioso, sobrecarregam muito a família uma vez que distanciam todos do âmbito escolar, não propiciando a continuidade da prática pedagógica in loco. No entanto, garantimos que não haverá prejuízo para os estudantes quanto ao conteúdo a ser estudado.

 

Em razão disso é que aguardamos até esta semana as orientações e posicionamentos que adviriam dos órgãos reguladores e das entidades de classe para nos posicionarmos de forma prudente em relação ao novo formato de ensino e aprendizagem. A responsabilidade da aprendizagem continuará a ser da escola, que terá um olhar diferenciado para cada segmento, no entanto, precisamos da parceria da família a quem constitucionalmente também cabe contribuir no avanço da educação formal dos filhos. Esperamos que a qualquer sinal de dificuldade ou de não entendimento quanto à aula ministrada, tarefa a ser feita, ou videoaula, recorram aos professores que deixarão o e-mail de contato para todas as famílias e estarão, dentro do turno de aula de cada um deles, à disposição.

É importante que alunos e alunas fiquem atentos aos e-mails, redes sociais e site do colégio, para os comunicados que por eles veicularão. Todas as informações que se fizerem necessárias chegarão às famílias, incluindo as orientações pertinentes ao aprendizado via on-line.

 

Orientações

 

A orientação de acesso à plataforma Google for Education – Google Sala de aula, parceiro para este momento de reorganização da rotina escolar em outro formato e aulas a serem ministradas no formato virtual, está anexada a este comunicado, com explicações detalhadas. O Google Sala de aula atenderá os segmentos da Educação Infantil ao Ensino Médio. Esta será uma semana de experiências, de dúvidas, de questionamentos, de respostas, tendo em vista ser o início de um novo formato de sala de aula. Paciência.

 

Carga horária diária:  as aulas disponibilizadas pela via remota terão duração de, no mínimo, 30 minutos, de acordo com o conteúdo a ser ministrado. A interação entre professor e aluno se dará conforme o decorrer das aulas ministradas.

 

Disponibilidade de conteúdo: as aulas e as atividades realizadas on-line, deverão totalizar, no mínimo, quatro horas/aulas diárias.

 

Recursos pedagógicos: além do material escolar, da Plataforma SAS ( 9º ano ao Ensino Médio), serão indicados pelo professor outros recursos virtuais, de modo a possibilitar que o aluno se prepare para a aula seguinte.

 

Horários das aulas: será o mesmo entregue aos alunos e constante no site do colégio, salvo alguma nova proposta oriunda dos órgaos reguladores educacionais.

 

Educação Infantil: as tarefas serão postadas de forma assíncrona, com as orientações dos professores, as quais deverão ser realizadas com a família.

 

Planejamento anual: será cumprido com as adequações que se fizerem necessárias.

 

Planejamento semanal: será postado pelos professores uma vez por semana, contendo um roteiro de estudo onde estarão as orientações para a realização das tarefas e horário diário em que as disciplinas serão ministradas e quais tarefas a serem realizadas.

 

Esperamos ter esclarecido alguns pontos essenciais e colocamo-nos à disposição para eventuais dúvidas, por meio dos e-mails da nossa equipe educacional já disponibilizados.
Esclarecemos, ainda, no que diz respeito às mensalidades escolares, que manteremos a execução dos nossos contratos de prestação de serviços de educação escolar firmados para o ano letivo de 2020 na forma pactuada, utilizando os meios disponíveis de ensino online com aulas que utilizem os meios digitais, enquanto perdurar a suspensão das aulas presenciais, de modo a garantir o acesso ao ensino e aprendizagem mesmo que a distância. Garantimos que não haverá prejuízos na oferta educacional, o que torna o pagamento de mensalidades algo que deve ser mantido. Assim, conseguiremos cumprir nossas obrigações e manter nossos compromissos em dia.

 

Equipe Diretiva